terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Bilhete!



BILHETE

Se tu me amas,
ama-me baixinho.

Não o grites de cima dos telhados,
deixa em paz os passarinhos.

Deixa em paz a mim!

Se me queres,
enfim,

.....tem de ser bem devagarinho,
.....amada,

.....que a vida é breve,
.....e o amor
.....mais breve ainda.

Mario Quintana



5 comentários:

Musician disse...

Sempre gostei muito dessa poesia! Simples mas que diz muito ao coração!
Bela imagem!

Beijinhos*

Maryeelle disse...

O Quintana é tudo de bommmmm
maravilhoso sempre.
beijo pra ti, amigo poeta
Cida Torneros ( Mary Elle)

As Sombras de Fim do Dia disse...

Mesmo que o amor nos grite no peito, ama-se devagar, para não fazer apressar o tempo.

Vivi disse...

eu de novo, e de novo,
pra deixar um beijinho...

Patricia disse...

lindo ;)